Manga

Batalha Naval

É um jogo tradicional que pode mobilizar toda a família! A batalha naval é um jogo de tabuleiro de dois jogadores, os quais têm de adivinhar em que quadrados estão os navios do oponente. O objetivo é derrubar os barcos do oponente e ganha quem derrubar primeiro todos os navios do adversário.

Desenvolvido por Professor Doutor Carlos Neto

Batalha Naval

Benefícios

  • Estratégia cognitiva
  • Interação social
  • Capacidade de reação e de atenção
  • Perceção espacial
  • Coordenação motora fina
  • Tomada de decisão

Descrição

Jogadores: 2 jogadores, de preferência com idade superior 6 anos. Toda a família e amigos podem participar.

Material: uma folha de papel quadriculado e uma caneta ou lápis para cada jogador.

Como se joga: cada jogador começa por construir duas grelhas quadriculadas iguais de 10×10 quadrados, numeram as linhas e atribuem uma letra a cada coluna. Uma das grelhas representa “o seu mar”, a outra “o mar do adversário”. Seguidamente deverão posicionar os seus navios na sua grelha, seguindo a orientação horizontal ou vertical, e sem que o adversário veja…

O número de navios é igual para cada jogador e deverão ser posicionados sem que tenham pontos em comum, ou seja, não podem tocar-se. Os navios de cada jogador são: 4 submarinos (representados por 1 quadrícula pintada), 3 navios de dois canhões (2 quadrículas), 2 navios de três canhões (3 quadrículas), 1 navio de quatro canhões (4 quadrículas) e 1 porta aviões.

Depois dos navios terem sido posicionados, cada jogador, à vez, “atira três tiros” sobre o “mar” adversário, referindo as respetivas coordenadas dos tiros (linha, coluna). O adversário deve referir o resultado de cada tiro, informando se acertou ou não e em quê. Cada jogador vai registando na grelha em branco os resultados dos seus tiros, identificando os navios afundados, com o objetivo de acertar em toda a frota adversária. Ganha o jogo o primeiro que atingir todos os navios do “mar” adversário.

Batalha Naval