Manga

Jogo da cabra cega

Este jogo popular é já um clássico de gerações, e por muitas boas razões. Além de superdivertido e estimular a atenção e os sentidos, permite ser jogado por vários amigos ao mesmo tempo, sendo ideal para dias de festa. O objetivo é que um jogador com os olhos vendados consiga agarrar e identificar um dos companheiros, através do toque e dentro de um espaço previamente definido. O jogador identificado passa a ser a “Cabra Cega”, e a dinâmica repete-se.

Desenvolvido por Professor Doutor Carlos Neto

Criança vendada a brincar com outras crianças

Benefícios

  • Cooperação/Oposição;
  • Desenvolvimento de habilidades motoras;
  • Capacidade de reação e de atenção;
  • Orientação espacial e perceção tátil e de olfato;
  • Desenvolvimento da perceção auditiva e eficiência cognitiva;
  • Tomada de decisão.

Descrição

Jogadores: no mínimo 4/5, de preferência com idade superior a 4/5 anos. Toda a família e amigos podem participar.

Material: um lenço ou venda para tapar os olhos.

Local: deve ser jogado em espaços interiores (casa/sala) ou exteriores (quintal, jardim, etc.).

Como se joga: depois de se escolher um lugar apropriado, em casa (sala) ou no exterior (quintal, jardim, etc.), os jogadores posicionam-se em círculo, seguram as mãos e escolhem por sorteio ou por outra forma de indicação a “cabra-cega” que ficará ao centro com os olhos vendados. Depois de dar três voltas sobre si mesma, a “cabra-cega” tentará agarrar algum dos outros jogadores que vão cantando “cabra-cega-cabra-cega”. O grupo poderá espalhar-se para impedir que a cabra agarre alguém. Quando conseguir identificar (adivinhar) algum jogador deve dizer o nome e trocar de lugar com ele. O importante é que a cabra-cega reconheça os seus amigos de jogo pelo tato (toque e contato físico).