Manga

Jogo do caracol

O jogo do caracol é um jogo tradicional popular e um favorito das crianças. Para jogar, basta desenhar um caracol no chão separado por casas. O objetivo é lançar um pequeno objeto (pedra ou saco de feijões) para a primeira casa e depois arrastá-lo ao pé-coxinho para as casas seguintes. O primeiro a chegar ao meio do caracol, ganha!

Desenvolvido por Professor Doutor Carlos Neto

Grupo de crianças a brincar ao Jogo do Caracol, com o caracol desenhado no chão.

Benefícios

  • Cooperação/Oposição;
  • Coordenação motora;
  • Equilíbrio e resistência;
  • Capacidade de atenção;
  • Orientação espacial e perceção temporal;
  • Controle emocional;
  • Habilidade motora fina.

Descrição

Jogadores: no mínimo 4/5, de preferência com idade superior a 5 anos. Toda a família e amigos podem participar.

Material: pau, giz, saco de feijões, pequena pedra.

Local: deve ser jogado em espaços interiores (casa/sala) ou exteriores (quintal, jardim, etc.).

Como se joga: desenha-se um caracol no chão com um pau ou giz. O caracol divide-se em casas (identificam-se por serem riscadas). O primeiro jogador lança a pedra (seixo) ou saco de feijões para a primeira casa e, ao pé-coxinho, vai arrastando o objeto com o pé em direção à outra casa e assim sucessivamente. Quem pisar o risco, colocar os dois pés no chão ou falhar a casa, perde, dando a vez ao próximo jogador. Quando retomar o jogo, o objeto vai para a casa onde se perdeu, dando continuidade ao percurso, tendo, no entanto, o jogador que ir ao pé-coxinho desde o início até à casa onde está o seixo. O jogador vencedor é aquele que chegar mais depressa ao meio do caracol, finalizando o jogo.